Limpar a feed do Facebook e outras histórias do Sapo Codebits VI

27th November 2012

Decorreu de 15 a 17 de Novembro a sexta edição do Sapo Codebits, um dos eventos de tecnologia mais populares do país. Foi um evento tão imersivo que só passado este tempo é que arranjei tempo no meio de tanto trabalho que atrasou para poder escrever alguma coisa sobre o assunto. Para quem não conhece, o Sapo Codebits é um evento de e para programadores, engenheiros informáticos ou electrotécnicos, ou aficionados de tecnologia no geral. Nesse evento incluem-se actividades como palestras, workshops, exposições de tecnologia e vários concursos, com especial destaque para o já famoso concurso de 48 horas seguidas de programação. Para mais detalhes sobre o evento no geral, fica o link para a apreciação que fiz após a edição do ano passado.

Este ano contou com algumas novidades interessantes, como os workshops de hardware (onde deu para fazer um test-drive ao famoso Raspberry Pi e falar com o Rob Bishop), a restauração de máquinas de arcade antigas (incluindo projectos interessantes como usar uma máquina de Sega Rally para controlar um carro telecomandado), entre outras. De negativo, foi especialmente a maior escassez de comida (incluindo o desaparecimento do Red Bull a meio do evento, quando as horas de sono em falta mais o exigiam).

Tal como aconteceu no ano passado, houve talks de grande qualidade e tenho pena de não ter assistido a mais. Felizmente, os vídeos foram disponibilizados pela Sapo, e ainda não consegui acabar de ver todos os que queria. Recomendo especialmente os vídeos da talk do Miguel Gonçalves intitulada “Move fast and break things“, do Rob Bishop a falar do Raspberry Pi em “Raspberry Pi: past, present & future” e ainda o “The art of readable code” do Pedro Morais.

Desta vez o projecto que desenvolvi, intitulado Facebook Decrapifier, foi uma extensão para o Google Chrome que esconde posts sobre assuntos que não queremos ver (política, futebol, música pimba, etc.) e evita ainda o chamado Facebook jacking (apenas a parte de escrever posts de conteúdo duvidoso). Mesmo não tendo ganho nenhum prémio, o grupo teve uma excelente prestação no concurso. Fica o link para o vídeo oficial que foi mostrado durante o pitch final.

Tal como aconteceu no ano passado, participar neste evento foi uma experiência muito gratificante para quem está dentro da área e gosta do que faz. Uma vez mais digo que deu para adicionar novas competências ao currículo que o curso que estou a tirar não consegue, por si só, dar, o que só por si já faz tudo isto valer a pena. Tenho pena de não saber onde vou estar para o ano, já que por essa altura já terei acabado o curso, e por isso não consigo saber ainda se estou disponível para participar na próxima edição (a vontade de lá voltar nem se questiona).

Para o próximo ano, segundo foi anunciado pela PT, o Codebits vai ocorrer em simultâneo em Portugal e também no Brasil. É mais uma evidência do crescimento que este evento está a ter, fruto da sua excelente organização e conceito. Tal como referi há um ano, é sem dúvida uma experiência que recomendo todos da área a procurarem.

Categories: Português

Post your comment

css.php